AO ACASO 69

A língua portuguesa que me perdoe.

Não sou obrigada a nada.

Obrigado.